COMO SURGIRAM OS CÃES


Na era glacial, onde se formaram as primeiras tribos de homens, as alcateias eram em quantidade enorme. E o principal motivo era: onde tinha gente, tinha lixo e onde tinha lixo tinha comida, logo, os lobos encontraram uma farta fonte de alimentação. Com isso, a relação entre lobos e homens se estreitava cada vez mais.

assim, começou, de forma bem natural, a seleção do comportamento dos lobos. Os lobos que se aproximaram dos homens eram mais fortes e viviam por mais tempo, pois se alimentavam com mais frequência, e por isso, geravam filhotes cada vez mais sociáveis. Com essa sociabilidade, os homens começaram a ver nos lobos uma grande utilidade, que era a de guarda e que evitava a invasão de intrusos.

Muitos séculos se passaram, e o processo de domesticação dos lobos foi se aprimorando, então, viraram cães e passaram a desempenhar várias funções, não só a de guarda, mas de caça, trabalho em lavouras, entre outras. E a seleção genética feita pelo homem foi acentuando características a determinados cães, que originou a criação das primeiras raças.

Hoje em dia, existe, em torno de 450 raças em todo o mundo e olhando para algumas das quais conhecemos, é difícil acreditar que descenderam de lobos, por serem tão diferentes.

Atualmente, o papel dos cães na sociedade é bem diferente de seus antepassados, os lobos. Em nossa sociedade, os cães surgiram há trinta e três mil anos e deixaram de ser meros trabalhadores e passaram a ser um membro querido de toda a família.

(Texto: Vladimir Lobato)